Sexualidade, diante do diagnóstico e tratamento do câncer

A Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que ter uma vida sexual ativa é um dos pilares da qualidade de vida.

A abordagem da sexualidade diante do diagnóstico e tratamento do câncer não é tão comum quanto é importante.

Ter uma vida sexual ativa é importante para a pessoa com câncer na mesma proporção que é importante para uma pessoa sem câncer. Porém, para que ocorra é importante que a pessoa esteja em condições, além de estar sentindo – se bem, não deve haver nenhuma contraindicação.

É importante conversar com o médico, principalmente, pré – tratamento, para seguir um bom acompanhamento e pós – tratamento, pois o médico pode regular, controlar o tratamento e seus efeitos para maior qualidade de vida e bem-estar.

Manter o diálogo com o companheiro é fundamental para contar com a compreensão e apoio deste.

Para uma vida sexual feliz é importante que o corpo e mente estejam bem.

Não se preocupe apenas com o prazer do companheiro.

Não anule a sua vida, não anule a sua vida sexual.

Havendo qualquer dúvida, converse com um profissional de saúde para orientá-lo. Você também pode falar agora mesmo com um profissional de saúde Ei, Doutor!

Gestores de Rh e planos de saúde Tenha o App VIC como um diferencial.

Recent Posts